Sabedoria de Elohim, Bom para o homem!

sabedoria

Colocarei abaixo um artigo do doutor Afiz Sadi, ao site da Folha de São Paulo do dia 29 de Julho de 2009.

Este artigo mostra claramente como a sabedoria de Elohim é muito superior a do homem. É necessário dizer principalmente aos cristãos que, nem Yeshua (Jesus), e nem Shaul (Paulo) foram contra a B´rit Milah (circuncisão). Do contrário estariam indo contra a Torah. A carta aos Gálatas tem como lógica de pensamento a profecia de Yirmyahu (Jeremias) 9; 25. A circuncisão não pode ser encarada como “o penhor da salvação”, é isso que Shaul está mostrando a congregação da Galácia. Os que são circuncidados apenas na carne serão castigados, a verdadeira circuncisão é a do coração. Esta é a lógica de “Oh insensatos Gálatas que começaram no Espírito e terminaram na carne!”

A comunidade nazarena deduz desde o princípio, como vemos em Maasey Schlechim (Atos dos apóstolos) 15, que a B´rit Milah (circuncisão) não é um requisito OBRIGATÓRIO ao gentio que ingressa na comunidade. Aprende-se a Torah aos Shabbatot (Sábados) como está no versículo 21. Vem então a pergunta, e por quê? R: A circuncisão na carne não é o verdadeiro sinal de Emunah (fé), visto que qualquer um pode fazer, mesmo não tendo um coração circuncidado. Portanto, entre nós Nazarenos, o pré requisito é a B´rit Milah (circuncisão) no coração, e quem opera esta não somos nós homens, mas o próprio Eterno! Cortar um pedaço do órgão qualquer um pode fazer. Portanto, o Judaísmo Nazareno ensina e significa em VERDADE esta Mitzvah. Não se trata de um gesto exterior (carne), mas no coração (espírito).

O historiador judeu – inglês Simon Schama, em seu livro “A história dos judeus”, Relata com clareza o contexto histórico da época de Yeshua e seus talmidim. Em um mundo helenizado, muitos ginásios, onde os homens se exercitavam nús foram construídos em Israel. Os helenos com seus prepúcios zombavam dos israelitas que iam se exercitar nús. Foram inventadas técnicas inclusive de amaciamento da pele para “formar” novamente o prepúcio no pênis do Israelita que quisesse. O que indica que, a circuncisão na época era parcial. A circuncisão, portanto, a partir desta época passa a ter um significado além da aliança com o Eterno, e do compromisso que ela carrega. Mas passa a ser um requisito de identidade do Israelita. Em um momento pós guerra dos macabeus, a identidade israelita começa a ser afirmada, entre outras formas, através da circuncisão. E é neste contexto que o judaísmo Netsarim (Nazareno) vem resgatar o verdadeiro sentido da circuncisão! A aliança com o Eterno, um coração submisso e obediente a Ele. SOMOS A FAVOR DA CIRCUNCISÃO, MAS NÃO DO GESTO UNICAMENTE CARNAL, QUE SIRVA APENAS PARA DIZER QUE NÃO SOU GREGO. NÓS NAZARENOS ESTAMOS ALINHADOS COM A TORAH E O TANACH AO AFIRMAR A VERDADEIRA CIRCUNCISÃO, QUE É FEITA NA CARNE, MAS FUNDAMENTALMENTE NO CORAÇÃO. FICAM AS PALAVRAS DO PROFETA YIRMYAHU (Jeremias):

  1. “Eis que se aproximam os dias”, declara YHWH, “em que castigarei todos os que são circuncidados apenas no corpo,
  2. como de igual forma o Egito, Judá, Edom, Amom, Moabe e todos os que rapam a cabeça ou prendem o cabelo junto à testa e habitam no deserto; porquanto todas essas nações são incircuncisas e a Casa de Israel tem o coração extremamente teimoso, sendo incircuncisa de coração!”

(Jeremias, 9)

Cabe estudo mais aprofundado sobre o tema, mas como este não é o foco deste artigo, deixaremos para um próximo momento. Vejamos com grande atenção a palavra deste homem, e podemos tirar grandes conclusões. Talvez se buscássemos obedecer a Elohim e não o nosso enganoso coração, evitaríamos muitos males, NADA QUE O ETERNO ORDENOU É OU FOI PARA O MAL, NEM A B´RIT MILAH (CIRCUNCISÃO). “Do que se queixa o homem, senão de seus próprios pecados?”

FRAGMENTO DO TEXTO: “Câncer do pênis e circuncisão” do médico Dr. Afiz Sadi

“Já escrevi dezenas de vezes e durante toda a minha vida de professor de urologia adverti os alunos sobre essa patologia e dizia que a postectomia na primeira infância é fundamental para a abolição total do câncer do pênis. E tem mais: uma mulher que teve contato sexual somente com um homem operado na infância nunca terá câncer do colo do útero.

Isso ocorre com os judeus, que circuncidam os meninos do quarto ao sétimo dia do nascimento, e com os muçulmanos, que o fazem até o sétimo ano de vida da criança -eles também não correm o risco do câncer, mas não com tanta segurança quanto os judeus. Quanto mais cedo for feita a operação, melhor.

Acho essa a única maneira de abortar o câncer do pênis na população. Sempre fui favorável à postectomia ou circuncisão na primeira infância. Mesmo porque ela auxilia a diminuir entre 50% e 60% as doenças sexualmente transmissíveis, além de proporcionar maior facilidade para a higiene do órgão.

Quanto ao homem circuncidado ou postectomizado na idade adulta, ele não está livre do câncer, como ocorre quando a operação é feita na primeira infância, mas verá diminuída -e muito- a chance de seu surgimento, bem como a chance do surgimento de doenças sexualmente transmissíveis.”

Escrito por Caio Gomes (Judeu Nazareno)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s